Show simple item record

dc.contributor.authorFornari, D. C.
dc.date.accessioned2017-08-24T09:05:27Z
dc.date.available2017-08-24T09:05:27Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1834/9846
dc.description.abstractCryopreservation of genetic material of fish has become a tool essential for preservation of biological materials and production. However, stocking of fish embryos in liquid nitrogen (-196°C) and maintain indefinitely is not yet possible. Recently, developments in research on cryopreservation allowed storing embryos at -8°C for 24 hours. This indicates the possibilityof fish embryo cryopreserving, moreover, the biotechnical cooling for a short time already has practical applications. The present study aimed to evaluate the efficiency of different cryoprotectants to the processes of cryopreservation (freezing, vitrification and cooling) of tambaqui embryos (Colossoma macropomum). Despite not having succeeded in tambaqui embryos cryopreservation important points has been clarified as related to damage to the embryos. Injuries and morphological changes in embryos were identified at all stages of the freezing process, being higher with stabilization at -35°C after being submerged in liquid nitrogen and thawed. At the moment of the seeding besides a lower incidence of injuries, higher percentage of embryos with chorion were observed. The freezing curve protocolstested have not prevented the formation of ice crystals, thus turning unfeasible the embryonic embryos C. macropomum freezing. In the experiment of vitrification the methanol 20% with two-minutes of pre-immersion in exposure to liquid nitrogen, preserved the chorion and some cellular structures. Although it avoided further damage was not sufficient to prevent mortality of embryos, these results open perspectives for continued studies on cryopreservation of fish embryos. Ethylene glycol, glycerol and DMSO were toxic at higher concentrations (20 and30%) not being interesting for the vitrification of embryos C. macropomum. In tests of cooling to at -8°C treatments with ethylene glycol, glycerol and DMSO associated withsucrose did not result in satisfactory answers. To store embryos of C. macropomum at -8°Cfor a period of six hours is suggested cryoprotectant solutions with 17% sucrose combinedwith 10% methanol.en
dc.description.abstractA criopreservação do material genético de peixes tornou uma ferramenta imprescindível,tanto para conservação de biodiversidade como para produção. No entanto, estocar embriões de peixes em nitrogênio líquido (-196ºC) e conservar por tempo indeterminado ainda não é possível. Recentemente, a evolução nas pesquisas com criopreservação possibilitou estocar embriões a -8ºC, por até 24 horas. Este fato aponta a possibilidade de criopreservar embriões de peixe, e a biotecnia de resfriamento por curto período já tem aplicações práticas. O presente estudo teve como objetivo avaliar a eficiência de diferentes crioprotetores nos processos da criopreservação (congelação, vitrificação e resfriamento) de embriões de tambaqui (Colossoma macropomum). Embora parte dos objetivos propostos tenha sido alcançados, nos testes de criopreservação, somando ao esclarecimento dos aspectos importantes quanto aos danos causados aos embriões, existem ainda muitas etapas para tornar viável a criopreservação de embriões de peixes. Nos testes, foram identificadas injúrias nos embriões em todas as etapas do processo de congelação, sendo a fase com maior incidência na estabilização em -35ºC e após a submissão em nitrogênio líquido e posterior descongelamento. No momento do ?seeding? (indução a cristalização a -7ºC), além de menor ocorrência de injúrias, maior porcentagem de embriões com córion foram verificados. As curvas de resfriamento nos testes de congelação não evitaram a formação de cristais de gelo, o que inviabilizou a congelação dos embriões de C. macropomum. No experimento de vitrificação, o metanol 20% com dois minutos de exposição pré-imersão ao nitrogênio líquido preservou o córion e algumas estruturas celulares. Embora tenha evitado maiores danos não foi suficiente para evitar a mortalidade dos embriões, o que abre perspectivas para continuidade nos estudos em criopreservação de embriões de peixes. Etilenoglicol, DMSO eglicerol foram tóxicos nas concentrações mais elevadas (20 e 30%), não sendo interessante para a vitrificação dos embriões de C. macropomum. Nos testes de resfriamento a -8ºC, os tratamentos com etilenoglicol, glicerol e DMSO associados à sacarose não resultaram em respostas satisfatórias. Para armazenar embriões de C. macropomum a -8°C, por um período de seis horas, sugere-se soluções crioprotetoras com sacarose 17% associada ao metanol 10%.pt
dc.language.isopt
dc.publisherUniversidade Estadual de Maringá. Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
dc.subject.otherCryoprotectants
dc.subject.otherConservation
dc.subject.otherAnimal production
dc.subject.otherGenetics
dc.subject.otherTambaqui
dc.subject.otherBrazil
dc.subject.otherProdução animal
dc.subject.otherGenética
dc.subject.otherTambaqui
dc.subject.otherReprodução
dc.subject.otherBiotecnologia
dc.subject.otherCrioprotetores
dc.subject.otherConservação
dc.subject.otherBiotechnology
dc.subject.otherBrasil
dc.subject.otherReproduction
dc.titleCrioconservação de embriões de tambaqui (Colossoma macropomum).pt
dc.title.alternativeCryopreservation of embryos tambaqui (Colossoma macropomum)en
dc.typeThesis/Dissertation
dc.description.degreePhD
dc.format.pages91pp.
refterms.dateFOA2021-01-30T18:47:54Z


Files in this item

Thumbnail
Name:
FornariD.C.d.pdf
Size:
3.038Mb
Format:
PDF

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record